Exames e Metodologias
26 de Novembro de 2016

Teste de Paternidade

O Sabin realiza exames de paternidade, maternidade e paternidade com pai falecido.

O Sabin, desde 2002, emprega a biologia molecular no estudo do DNA. Essa tecnologia é conhecida pela alta qualidade nos procedimentos adotados que asseguram os resultados dos exames oferecidos. A evolução das técnicas genéticas que tornou possível a análise do DNA foi um marco de grande significado nas investigações de paternidade. Atualmente, é considerado como o exame mais eficaz e completo para a comprovação de filiação paterna ou materna, com mais de 99,999% de precisão, sendo empregado tanto nos casos particulares, quanto nos processos judiciais de investigação de paternidade.

O Sabin, seguindo a premissa básica de ser uma empresa inovadora, realiza exames de paternidade, maternidade e paternidade com pai falecido. As técnicas utilizadas asseguram alto grau de confiabilidade, pois utilizam a mais moderna tecnologia em analises genômicas, o sequenciador ABI 3500.  Primeiro adquirido na região e ultimo lançado no mercado internacional, sendo o mesmo usado inclusive pelo FBI (Federal Bureau of Investigation)

O Sabin dispõe de uma equipe técnica altamente qualificada, inclusive com uma perita responsável pelo setor com mais de 10 anos de experiência em casos judiciais, com vasta experiência em investigações de paternidade post –mortem, tendo realizado mais de 18 mil casos de investigação de paternidade

 

O cliente que realiza o exame encontra discrição, sigilo e qualidade. A segurança de obter tudo isso começa no atendimento com hora marcada, que elimina qualquer tipo de constrangimento que poderia ocorrer quando o assunto é investigação de paternidade.

A investigação de um vínculo genético através da análise de DNA é capaz de determinar se uma pessoa é ou não o pai (ou a mãe) biológica de outra pessoa. Isto é possível devido ao fato de que todo indivíduo é caracterizado por um conjunto único de informações genéticas herdado de seus pais biológicos. O DNA pode ser detectado no núcleo (centro) de qualquer célula de um organismo, com exceção das células vermelhas do sangue (hemácias). Assim, o DNA de seu sangue é exatamente igual ao DNA das células de sua pele, dos tecidos, da raiz do cabelo, dos ossos, do sêmen, da saliva, dos músculos, das células contidas na urina.

Seu DNA é formado no momento da concepção e jamais mudará, mesmo depois da morte. Existem regiões repetitivas polimórficas, as STR´s (“short tandem repeat”), que se constituem em marcadores genéticos utilizados no teste de paternidade. Entre pais e filhos há semelhanças nas regiões polimórficas. Através da análise comparativa destas regiões do DNA de um indivíduo com o do suposto pai ou mãe é possível estabelecer o vínculo genético.

Atualmente, é considerado como o exame mais adequado para a determinação de vínculo genético, com alto grau de precisão comparado a outras metodologias.

Saiba mais:
- Diferenciais
- Tipos de Exames
- Passo a Passo
- Dúvidas Frequentes
- Informações Jurídicas

Desculpe, a área que você está acessando só está disponível em português.

Baixe nosso Aplicativo

Você está em:

Enviar instruções
por e-mail:

Enviar resultados
por e-mail: