Notícias Científicas
29 de setembro de 2015

Diagnóstico Molecular da Infecção por Mycobacterium Tuberculosis

No Brasil, a tuberculose é uma doença endêmica, com cerca de 70.000 casos novos por ano. Em muitos deles, pela dificuldade de identificação, o diagnóstico é feito somente com bases clínicas e o tratamento é realizado de forma empírica.

Atualmente, os testes utilizados para diagnóstico de tuberculose pulmonar tem duas importantes limitações: a pesquisa direta ou baciloscopia tem baixa sensibilidade nos casos não francamente bacilíferos e a cultura, mais sensível, pode demorar mais de 30 dias até a identificação do agente. Adicionalmente, o teste de sensibilidade, desejável em virtude da crescente resistência à rifampicina em nosso meio, só é disponível em aproximadamente dois meses, podendo prejudicar a indicação correta do tratamento inicial.

O laboratório Sabin incorporou ao seu rol de exames o GeneXpert MTB/RIF, exame que detecta a presença do DNA da M. tuberculosis com sensibilidade muito superior à baciloscopia clássica, detectando até 76% dos casos perdidos pela baciloscopia com cultura positiva. A sensibilidade do teste quando comparado à cultura tradicional é de 94%. Adicionalmente, o exame detecta resistência à rifampicina, droga chave no tratamento da infecção.

Além de excelente sensibilidade e especificidade o grande diferencial do teste é sua rapidez: resultado em poucas horas, possibilitando o início precoce do tratamento adequado.

Foto

Dr. Alexandre Cunha
CRM 12881-DF

Médico Infectologista Consultor Médico do Laboratório Sabin.

Desculpe, a área que você está acessando só está disponível em português.

Baixe nosso Aplicativo

Você está em:

Enviar instruções
por e-mail:

Enviar resultados
por e-mail: